Juliana Isen nua na Sexy de novembro 2016
Home » Curiosidades » Estudante americano pós-graduando vai morar em carro para não "entrar no negativo"

Estudante americano pós-graduando vai morar em carro para não "entrar no negativo"

O que era um jeito se economizar virou experiência de vida, conta Ken Ilgunas

image

Quando Ken Ilgunas se formou em 2005, na University of Buffalo, em Nova York, pegou o diploma com uma dívida de R$ 64 mil (US$ 32 mil) sem nenhuma perspectiva de emprego. Em vez de pedir ajuda aos pais para quitar a dívida, o estudante se mudou para uma região remota do Alaska e começou a trabalhar para pagar o débito – que já chegava a R$ 70 mil (US$ 35 mil).
Dois anos e meio depois, Ken cobriu a dívida e decidiu partir para uma pós na Duke University, onde a mensalidade é de aproximadamente R$ 833 (US$ 2.500 o semestre).
Mas dessa vez, o estudante tinha feito uma promessa para si: não tomaria mais empréstimo dos bancos para pagar os estudos e nem pediria dinheiro aos pais.
Veja a seguir como o esforço do estudante para economizar dinheiro virou uma experiência de como viver com pouco.

image

Para evitar "entrar no vermelho" novamente, Ken foi criativo. Comprou um Ford Econoline 1994 por R$ 3 mil (US$ 1.500) e se mudou para ele.
— Meus pais e meus amigos gostaram. Mas como eu já tinha feito algumas maluquices antes, isso não foi grande surpresa. Mas minha mãe pensou que eu estava doido. Ela me ofereceu o aluguel de um apartamento, mas eu estava decidido a pagar pelos meus estudos. Queria ser independente.

Para viver no carro, Ken cozinhava refeições fáceis com uma panela e um fogão de acampamento, lia seus livros com uma lamparina, usava a internet e carregava seus eletrônicos na biblioteca e pagou cerca de R$ 70 (US$ 34) por mês à academia de ginástica do campus para tomar banho e pegar água para cozinhar.
— Mas eu não queria que soubessem disso. Os primeiros seis meses foram muito solitários.
A van virava um micro-ondas no verão e uma geladeira no inverno, conta Ken.
— Ratos andavam pelo teto do carro, pelo lado de fora. Lavar a panela e recipientes se tornou tão inconveniente que eu parei de limpar tudo, e o banheiro era longe de onde o carro estava estacionado.

A universidade não estava muito contente com o que Ken fazia, mas também não o removeu de lá.
— Eles me pediram para assinar um termo de que eu não processaria a universidade por qualquer coisa que acontecesse comigo. Eles também criaram uma lei que meio que proibia moradia em vans no futuro.

Ken conta que a van se tornou mais que uma economia.
— A van era mais que uma forma de economizar dinheiro. Eu queria ter um experiência, ver o quão pouco eu conseguia gastar. Eu não queria pedir dinheiro aos meus pais toda vez que estivesse em uma situação difícil.
Ken atingiu seu objetivo, e se pós-graduou em maio de 2011 sem dever aos bancos. Mas para isso, também "defendeu" uma grana se oferecendo como cobaia para experimentos nos Estados Unidos

Fotos: NY Daily News

Do R7

Nyvi Estephan Playboy de outubro 2016

Olhe Isso

japones-e-mais-rapaido-aos-105-anos

Aos 105 anos Japonês é o mais rápido nos 100 metros

Hidekichi Miyazaki imita Bolt após estabelecer recorde para atletas com mais de 105 anos (Foto: …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: